Notícias UNIPAC

Convidados de alto gabarito marcam presença na 1ª Jornada de Psicologia de Barbacena e região

Os alunos do curso de Psicologia da UNIPAC Barbacena aprimoraram seus conhecimentos e levaram experiências para sua vida profissional durante a 1ª Jornada de Psicologia de Barbacena e região, que teve como principal tema: “Violências Contemporâneas: Impactos nos sujeitos, nos Direitos Humanos e na Sociedade”. O evento aconteceu entre 29/10 e 01/11.

A abertura oficial da 1ª Jornada de Psicologia foi realizada na segunda-feira (29/10), no Auditório do Campus, e logo após, Conferência de abertura: Carlos Roberto Dawin (Doutor em Filosofia, UFMG, com tema “Violência de Estado e Violência institucional: Reflexão sobre direitos, responsabilidade e ética!”, moderador: Jacqueline Oliveira Moreira (Doutora – PUC/MG), palestrantes: Virgilio de Mattos (Doutor em Direito/ Direitos humanos – Università degli Studi di Lecce – IT) e José Luiz Quadros de Magalhães (Doutor em Direito/ PUC-MG e UFMG). Ainda durante a programação do primeiro dia aconteceram os minicursos “Uma escola que adoece? Sofrimentos psicológicos e sociais nos cotidianos escolares”, por Rodolfo Luiz Batista (Doutor, UFMG); e “MINDFULNESS e COMUNICAÇÃO NÃO – Violência (Cnv)”, ministrada por Felipe Augusto Carbonário (Mestre, UFSJ).

Na terça-feira (30/10), o evento prosseguiu com minicurso sobre “Sujeito de direitos no sistema prisional: violação, conflitos ideológicos e o papel da psicologia”, por Danielle Abrantes Campos Lima (Psicologia do Sistema Prosional de MG) e duas palestras com grandes nomes da Psicologia. A primeira palestra “A violência dos discursos e das práticas em saúde mental: Classificação, Exclusões e estigmatizações”, moderadora: Eloisa Aparecida de Castro (Mestranda, UFSJ), palestrante: Vanessa Aparecida da Silva (Psicóloga, CAPSII/UFSJ) e Flavio Ricardo Vassoler (Doutor, FFLCH-USP). A segunda palestra teve o tema: “Crimes, drogas e políticas: Do proibicionismo à redução de damos para os sujeitos e sociedade”, moderador: Rodoulfo Luiz Leite Batista (Doutor, UFMG) e palestrante: Tays Aparecida da Silva (Psicologia, CAPS AD III).

No terceiro dia, a 1ª Jornada de Psicologia de Barbacena e região, foi marcada por minicursos e palestras. Minicursos: “Consequências fisiológicas da violência na infância”, por Ana Luiza de Araújo Lima Reis (Doutoranda, UFMG) e “Saúde mental perinatal: prevenção da violência e contribuições da Psicologia”, ministrada por Mônica Beato (Doutora, PUC/MG). E as palestras: “Violência contra crianças, adolescentes e mulheres: Em nome de qual excesso, paixão ou extravio?”, moderador Rodrigo Torres Oliveira (Mestre, PUC/MG- UNIPAC), palestrante Maria Mercedes Merry Brito (Doutora, UFMG) e Luisa de Oliveira Drumond (Delegada Especializada de crimes contra a mulher de BH); e “Violência, ódio e intolerância na era digital: banalização das vidas, da morte e do mal!”, moderador Helder Rodrigues Pereira (Doutor, UFMG/UNIPAC), palestrantes Ernesto Anzalone (Doutor, UFMG) e Otávio Lemos Correa Maia (Mestre, FIOCRUZ).

No último dia de evento, quinta-feira (01/11), os alunos do curso de Psicologia fizeram uma mostra de trabalhos científicos e premiação dos melhores trabalhos. Para encerrar a Jornada, os discentes fizeram um II Sarau Lunar, no Campo de Futebol.

Para a coordenadora do curso de Psicologia, professora Kennya Rodrigues, “entre os dias 29 de outubro e 01 de novembro, o curso de Psicologia realizou o maior evento na área. A temática que colocamos na pauta de discussão foi “violência (s) contemporânea (s): impactos nos sujeitos, nos direitos humanos e na sociedade”. Durante essa jornada, tivemos a oportunidade de receber mais de 20 palestrantes, do mais alto nível e nas mais diversas áreas da Psicologia e afins. O tema que escolhemos trabalhar é de extrema relevância para a sociedade. Tivemos a oportunidade de refletir sobre as mais variadas formas de violência com crianças, adultos e idosos e nos mais variados contextos das políticas públicas. O grande diferencial deste evento foi que conseguimos mobilizar não só os acadêmicos do curso de Psicologia, mas também os nossos egressos e profissionais da área. A programação foi intensa, com minicursos no período da tarde e mesas de debates no período da noite. Fechamos a semana com a sensação de dever cumprido, pois participaram das nossas atividades aproximadamente 400 estudantes e profissionais. Não posso deixar de agradecer a nossa instituição, que não mediu esforços para que este evento ocorresse. Além disso, só conseguimos realizar um evento dessa magnitude graças ao envolvimento do corpo docente e discente em nossas ações. Acredito que fizemos história e já estamos com muitas ideias para a jornada de Psicologia do próximo ano”, explicou.